O Fingidor
<< voltar  

O amor é meu
Meu e não depende de ninguém
É claro que você me faz bem
Mas o amor é meu
Ter você com companheira seria muito bom
Certamente eu iria estar bem mais leve

Sentados na praça
Diversão de graça
Poucos são aqueles que enxergam a beleza no silêncio
Sentados na areia

Sei que você também é uma invenção é ruim de não.
Pois sozinho também posso ser feliz!

Sinto, minto, sentimento a divagar...

Eu não sei pra que lado mas eu vou
Tento tanto mas tão tonto perco o tempo e a direção
Percorrendo, assim, eu vou
Persistentemente em frente eu tento insistir em ir

Eu sou um otário! angustiado!
A minha meta é vaga, infelizmente não dão vaga para quem vive só sonhando!
Flutuando pela ciclovia num mundo de sonho e fantasia


 

 
 
<< voltar